quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Dreams

Pronto, vou assumir aqui, como é que hei de dizer isto, ok, aqui vai... não tenho sonhos há meses!!
 
O que é preocupante, não tanto quanto o estado em que está o país e os anormais que nos estão a governar, mas quase :p, uma vez que os sonhos servem para resolver conflitos, encontrar caminhos alternativos, viver situações que não podemos viver na vida real, libertar frustrações e diminuir nervosismos.
 
Estou a falar baseada no senso comum, por isso se algum psicóloga/o quiser pôr os pontos nos is e dizer que não é bem assim e dar uma explicação mais correcta, por favor diga, estamos cá para aprender :)
 
A verdade é que não tenho grande vontade de ir dormir, custa-me adormecer, o que acontece bastante tarde e, por vezes, acordo a meio da noite preocupada. As horas de sono são poucas, não mais que 6, não são repousantes e quando acordo sinto que me deitei há pouco tempo. E se isto acontecesse de vez em quando, tudo bem, o problema é que se passa há meses. Resultado, no dia a seguir ando sempre com uma dificuldade enorme em concluir tarefas, fazer exercício nem pensar, muita gula à mistura, falta de pachorra, paciência e serenidade. Claro que não estou assim todos os dias (digo eu!!), senão coitado de quem tem que me aturar.
 
E depois vem a velha questão, durmo mal porque andei stressada o dia inteiro ou ando stressada o dia inteiro porque dormi mal? A mim parece-me que é mais a primeira, o não dormir é mais uma consequência do que uma causa (bem bonita que ficou esta frase...lol)! Mais uma vez, psicólogos do mundo intervenham... 
  
E vocês dizem: "então mas a solução é simples, por que não te deitas mais cedo (mesmo que tenhas que tomar uns Valdispert ou uns Xanax)?". E eu respondo: "Não me apeteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeece ir dormir". Parece que aquele tempo antes de adormecer é o único que é meu, só meu, quando posso relaxar a sério. Mas está a fazer-me mal por isso não pode ser bom para mim, só que depois vem a Sheryl e diz "If it makes you happy, it can't be that bad" e uma pessoa fica na dúvida outra vez.
 
Era tão bom acordar depois de ter sonhado mandar uma estalada a alguém que foi parvo, perceber uma nova solução dum problema, ter aqueles sonhos completamente malucos que não se entende nada de nada ou relembrar alguém que se julgava esquecido, enfim, era bom!
 
A verdade é os sonhos foram-se e não entendo muito bem porquê nem como fazê-los voltar.
  
 

14 comentários:

  1. Eu não psicólogo mas queres que te envie um e-mail juntando ao outro que te falta enviar, está bem?

    Mas tenho que te enviar algumas perguntas?

    Sabes que o que impede de dormir pode ser algumas perguntas pelas quais ainda não tens resposta.

    beijinhos.

    PS: Gostei do texto e da maneira como descreves algumas coisas.

    ResponderEliminar
  2. Se não dormes é porque algo te atormenta.

    Eu durmo que nem uma pedra e nem me lembro de sonhar, mas também ando todo trocado durante o dia, sem vontade de exercitar o corpo, com a gula afiada, sem paciência e sem tranquilidade.

    Concluo: SONHAR deve fazer mesmo bem!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dormir só, não chega, pelos vistos, é preciso sonhar ;)

      Eliminar
  3. Sem presunção, o meu sonho inspirou-te:)
    Eu durmo muito pouco, 5, 6 horas e há dias em que acordo mais cansada do que quando me deitei. Quando era pequena e se estava apaixonada lembro-me que pensava assim "Vou pensar muito nele, pode ser que adormeça e sonhe com ele!"
    Às vezes resultava!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem presunção e com muita razão porque já me tinha apercebido que não sonhava mas ver que o que aconteceu no teu sonho fez-me perceber o que andava a perder!

      Vou pensar em praia e calor e férias antes de deitar hoje ;)

      Eliminar
  4. Eu nao durmo uma noite seguida há varios anos! Acordo sempre! E não há noite que não tenha vários sonhos (no pouco espaço de tempo que durmo!)... Posso dizer que houve alturas em que não queria ir para a cama porque tinha medo de não dormir! É horrivel mesmo! Já andei em médicos e tudo, e nem a medicação me fez dormir como dormia antes! Coisas da vida... lolol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso de não dormir muito tempo seguido é do pior, fica tudo trocado na nossa vida, horrível. Mas mesmo tomando cenas para ajudar, não é bem o mesmo dormir, não é tão repousante, mas dá um jeitão de vez em quando.

      Já experimentaste yoga? Tenho pena de ter deixado de fazer, andava bem mais calma e dormia melhor.

      Eliminar
  5. Ai a muita gula tem a ver com a falta de sono?!
    Então tenho desculpa! E a malta sempre a dizer que sou gulosa... Cambada de injustos, é o que é! pfffff...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah pois é, a falta de sono induz a gula, não me perguntes porquê, mas it's true. Agora já lhes podes explicar que a culpa é do sono :p

      Eliminar
  6. Este seu post fez-me lembrar de um episódio que decorreu na minha juventude. Quando eu tinha 18, 19 anos eu tive uma verdadeira paixão platónica, pelo mocinho mais bonito lá da praceta. E o mocinho que nem sequer olhava para o lado para me cumprimentar, lá ia seguindo com a sua vidinha. Eu sabia-o descomprometido e também lá seguia com a minha vidinha, mas dedicava-lhe muito tempo dos meus pensamentos. Estava-se nos anos 80 e lá na rua ninguém conhecia ao tal moço. compromisso mais sério. O pior foi quando a minha amiga M. (que naturalmente desconhecia toda essa minha "tão grande" paixão), me comunica um dia: "Sabes, o (tal do moço) arranjou uma namorada!" E caiu-me tudo.
    O pior era à noite quando eu queria dormir. Estava quase, quase a conseguir e pumba! Lá vinha o pensamento da "tirana" que se havia intrometido emtre mim e o meu amor secreto. A coisa durou dois dias...
    Hoje quando me lembro disso, farto-me de rir.
    A propósito, nem sei qual foi o resultado daquele relacionamento. DIVIRTAMSEMAZÉ!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que malandra essa tirana sempre nos seus sonhos :p

      Rir é o melhor remédio :))

      Eliminar
    2. Não estava propriamente nos meus sonhos, já que pensar nela, impedia-me exactamente de dormir :-). A idade traz-nos a tranquilidade de poder rir a bandeiras despregadas de muitos dos "nossos dramas" do passado.

      Eliminar
    3. É verdade, há coisas que nos pareciam gigantes e com o passar do tempo passam a pequeninas e até nos rimos do que nos faziam sofrer :)

      Eliminar