segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz 2013!

Como me dizia ontem um quase avô cheio de sabedoria "Eu quero ser rico com saúde, saúde em primeiro lugar, mas se for rico com saúde, melhor!" :P

Não podia começar o festim de mudar o ano sem vos desejar um ano de 2013 cheio de saúde, alegria, amor e muitos momentos doces como estes que acabei de fazer



E levem um, é oferecido com muito carinho



FELIZ 2013!!! :)

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

domingo, 23 de dezembro de 2012

It's Christmas, so...



Votos de um Feliz Natal!

Que o espírito de Natal desça em cada um de vós. Espero que o Natal seja passado em família, com muito amor, alegria, emoção, prendinhas também :p, docinhos, cheirinho a canela, sorrisos e muitas prendinhas, não sei se já tinha dito ;)

Beijinho :)))


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Say what #10

Bem, vou ali à sala embrulhar 317 prendas, ai não, desculpem, 317 PRESENTES, diz que é in dizer presentes e não prendas :P




quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Bombons e não só :)

Hoje estive durante a tarde a fazer bombons de chocolate, o que por si só seria uma tarde muito bem passada :))). Melhor, ainda, porque o fiz com uma amiga. O melhor de tudo foi o objectivo, que foi ensinar adolescentes de famílias problemáticas que têm as tardes de férias preenchidas com este género de actividades numa associação da zona.

Os miúdos estavam animados, brincavam, diziam piadas entre eles e participaram mas confesso que o que mais me tocou foi a desconfiança e timidez com que 2 meninas não quiseram participar. Excluíram-se e, embora, nós e as técnicas tentássemos incluí-las nas actividades elas diziam sempre "Não sei" ou "Não quero" e fugiam como se lhes estivéssemos a pedir para fazer algo complicado.

A confiança não se ganha à força mas não imaginam a vontade que eu tinha de lhes poder dar essa confiança nelas próprias, mostrar-lhes que os limites somos nós que os impomos. Dizer-lhes para se divertirem, aproveitarem e deixarem para trás, nem que fosse por umas horas, todas as dificuldades. São sempre estas pessoas que tenho mais vontade de conhecer e de me aproximar, as que percebo que se afastam porque não sentem confiança, não querem falhar e fogem, sem ainda perceberem que a única forma de ganhar confiança é esticar e testar os limites e fazer aquilo que pensamos não conseguir fazer. Sei bem o que é não ter confiança e parecer-me impossível fazer algo, mas também sei o que é dar um salto de fé e o bem tremendo que nos faz à alma chegar ao outro lado. 



Não posso acabar o post sem falar dos bombons, não fazia ideia do simples que é. As receitas que a minha amiga escolheu foram tão bem recebidas que todas as técnicas estavam já a pensar fazê-los no fim de semana com os filhos. Se o fizer deixarei fotos, mas com o aproximar do Natal, não sei se consigo, mas o link deixo aqui para verem como é fácil e ficam deliciosos. 



segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Mr. Burns, cale-se!!

Sabem quando temos uma ideia ou preocupação que não nos sai da cabeça, assim a roçar a obsessão? Aqueles momentos que nos fazem querer ter um botão de OFF para os pensamentos, ui, quantas vezes desejei ter um botão destes!! E o pior é quando não conseguimos encontrar solução imediata ou quando o que pensamos nos provoca ansiedade sem conseguirmos aquela sensação de paz e tranquilidade.

Ensinaram-me um truque para ajudar a calar esses pensamentos. Julgo que será diferente para cada pessoa mas pediram-me para imaginar que o que pensava não vinha de mim mas sim de fora, de alguma pessoa ou personagem de fora. Não, não é ouvir vozes, nada disso, sabem aquela imagem do anjinho e diabinho a murmurarem ao ouvido, pois é algo do género. Pode ser o quê ou quem quiserem. Confesso que a primeira imagem que me surgiu foi o Mr. Burns dos Simpsons e por isso quando começam a surgir ideias parvas imagino-o a ele a dizer-me as coisas e ponho-lhe fita-cola na boca para ele se calar. É engraçado, no mínimo :P

A explicação por trás disto é que se tivessem um pessoa maléfica a dizer-vos coisas que vos provocam tristeza, ansiedade ou revolta, vocês ficavam ali a ouvi-la? Não, pois não! Mandavam-na calar ou para outro sítio. Então por que havemos de deixar que as nossas dúvidas e inseguranças nos façam isso?!

Parece-vos muito maluca esta ideia? Se não ou se sim, experimentem na mesma e venham cá contar se funciona ou não.


Sugestão, não escolham um Bradley Cooper ou uma Jessica Alba (depende dos gostos) para ser a vossa pessoa maldosa senão vão ficar concentrados no que estão a dizer :p

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Neura Day

Hoje estou com uma neura que ninguém me aguenta (nem eu!!), até estou enjoada de tanta irritação. Ora, então, vejamos o que me aconteceu. 

1. Esta chuva que bate de todos os lados vento maluco, daquele que dobra os guarda-chuvas.

2. Calcei 3 botas de cano alto e consegui estragar os 3 fechos das botas!!! Ok, são todas meio velhotas, mas caramba, os 3 fechos???? Pior, com uma delas estive minutos a tentar tirar porque o fecho não se mexia mesmo e quase que peguei numa tesoura e cortava aquilo tudo. Isso ou ia com a bota toda estragada para a rua ao pendurão. Tive que calçar umas que dão pelo meio da perna e que me estragaram todo um look "buéda" fashion... not!! :p

3. Não encontrava a chave do carro, só para variar. Despejei a carteira 1038 vezes porque me parecia ouvi-las, mas não, eram só ganchos e canetas, as chaves estavam no casaco de ontem. Eu já disse, se juntasse o tempo que procuro as chaves e o telemóvel na carteira, aposto que dava meses de vida. 

4. Tive que ir a 3 supermercados diferentes porque não havia tudo o que precisava em cada um deles, isto com vento e chuva e chuva e vento. Sim, porque amanhã vou fazer isto para um aniversário de uma amiga, valha-nos isso. Ainda bem que não preciso de o fazer hoje, tenho a certeza que ia correr mal e ia ficar a saber a neura.

5. Estou há mais de meia hora a tentar acender a lareira mas com esta ventania, é fumo e fuligem que voam para a sala e eu estou prestes a bater com a porta e deixá-los todos a divertirem-se por lá. Toca a tapar a lareira e esperar que passe, diz que terça-feira o tempo melhora. E tanto que me apetecia o calor da lareirinha.

E aposto que já consegui deixar-vos um pouco irritados :p ou pelo menos a sorrir com a minha má onda... eheheheheh. Espero que sim, que seja a segunda opção, porque já basta eu estar assim:




É Natal... quando?



A sério que o Natal é de hoje a 10 dias? A sério???? É que ainda não entrei em Modo Natal.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Não entendo

Desculpem se pareço fria, mas não entendo a história da enfermeira que tirou a própria vida depois do telefonema do radialistas australianos. Algo parece faltar nesta história.

Tenho muita pena que tenha acontecido? Tenho, muita, por ela e pela família, mas quem é que iria imaginar que aquela acção iria provocar aquele efeito? Ninguém!! Quem é que poderia prever que por causa de uma brincadeira a senhora quereria acabar com a própria vida? Ninguém!! 

Não sei se a senhora já estaria num contexto de fragilidade emocional e aquilo foi a gota de água. Não sei se o hospital a culpabilizou de forma brutal. E não vou entrar em teorias da conspiração. Não sei se o facto da senhora ser de origem indiana fez com que culturalmente entenda e sinta estes acontecimentos de forma diferente e com outra dimensão que eu não consiga ver. Não sei, só sei que foi uma tragédia que ninguém poderia sequer desconfiar que iria acontecer.

domingo, 9 de dezembro de 2012

No meio do nada

Tenho passado uns dias num sítio onde a internet por banda larga é mais lenta do que era em minha casa há 15 anos quando tinha que colocar o CD e esperar minutos para ligar ao mIRC. Wireless é um futuro distante e longínquo. Só uma das operadoras de internet  se arriscou a vir cá fazer o teste para ver que velocidade atinge e só em ADSL. Resultado: velocidade de 64 kb. Conclusão: Não vale a pena instalar.

E se há coisa para a qual nunca tive paciência é estar à espera que as páginas abram e aqui não é esperar, é desesperar. Não fazem ideia do lento que é, além de que está sempre a perder sinal, a sério, é de loucos ou é de me pôr louca. 

Estou a 15 km da minha casa mas sinto-me a anos da minha realidade, onde tudo está ali tão perto. Para ler os meus queridos blogues tenho que tomar 20 comprimidos de paciência para estar 10 minutos à espera para abrir as páginas. As minhas séries então, impossível mesmo. E depois o barulhinho do computador a pensar e pensar e pensar e o efeito dos comprimidos a passar e passar e passar... e a lareira mesmo aqui ao lado, prontinha a receber o computador ou a pen ou qualquer coisa só para aliviar os nervos.

Tenho saudades vossas, de vos ter aqui a pé de mim e não sei se consigo viver assim!!



Mais de 20 minutos para procurar uma foto e colocá-la aqui..


sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Vida

Também vos acontece quando, à noite, deitam a cabeça na almofada, sentir que vos caem em cima todas as preocupações do dia seguinte, o coração bate acelerado, as angústias avolumam-se, o receio de não saber como resolver os problemas aumenta, tudo parece difícil fazendo-nos sentir pequeninas diante de tantos obstáculos?

Mas muito mais importante e, era onde queria chegar, também sentem quando acordam na manhã seguinte uma força de viver enorme, uma confiança e uma esperança que surgem naturalmente do mais profundo de quem somos e que nos faz encarar a vida com coragem e vontade de enfrentar o que vier? 

É por isso que nunca devemos desistir porque, como diz a Florence, It's always darkest before the dawn




quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Alisamento do cabelo

Caras leitoras e leitores, hoje venho falar-vos sobre cabelos. Não liguem, desde que soube isto nunca mais fui a mesma :p

O meu cabelo não é daqueles encaracolados rebeldes impossível de domar, mas tem ondulações, que até gosto muito, mas se o deixar natural, na parte de trás é tipo bruxa, crespo, como se tivesse sido queimado. Há um ano atrás descobri a escova marroquina e considero que foi uma das melhores invenções até hoje, pronto, no contexto das invenções de beleza capilar. O tratamento não é muito caro (esta parte depende dos cabeleireiros) e em hora e meia temos um cabelo liso que dura meses.

E como se faz essa cena, perguntam vocês? Dói? Não!! O cabeleireiro aplica uns produtos no cabelo e depois fica ali a esticar o cabelo até ele estar todo muito bem esticadinho. Depois vai-se para casa, ou não, podem ir ao café ;), e já está. Não se deve lavar o cabelo nos 2 dias seguintes e a verdade é que ele fica sem jeito durante uns dias e a cheirar um bocadinho aos produtos (onde faço é baunilha), mas depois durante meses têm um cabelo impecável.

A única coisa que tem que se fazer para ele ficar bem é atirar um pouco de calor com o secador. Optei por não fazer no cabelo todo, apenas na parte exterior e franja porque gosto do volume que as ondulações dão ao cabelo mas fica com um aspecto muito mais cuidado e com muito mais brilho. O tempo que demoro a arranjar o cabelo de manhã são 53 segundos se tiver que o secar ;). Se quiser que fique mesmo escorrido, o que é raro, uso a Belíssima e já está.

Outra vantagem é que não interessa se o champô é bom ou muito bom, basta que lave. Usava um champô da L'Oreal Professionnel que era o único que me deixava o cabelo macio e depois passei a usar qualquer marca porque o cabelo fica sempre bem.

Quem fala da escova marroquina, fala da escova progressiva em que os efeitos são idênticos, nunca fiz mas tenho amigas que fizeram. Os produtos aplicados é que são diferentes.

Para quem evita molhar o cabelo na praia porque entra mulher e sai leoa, então, é uma mudança de vida :P

Pronto, por hoje é tudo, caras leitoras e leitores. Façam o favor de serem felizes! (eu não estou bem...:p)


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Acabei de ler

Está provado, o chocolate não engorda!!!!!!!!!!!!!
 

Quem engorda és tu..............


Vestidos sem costas

Sempre achei que são os que tornam a mulher mais sensual e exaltam a figura feminina. Alguns exemplos:






 

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Say what #9

Muitas coisas parvas já saíram da minha boca, mas esta está no top 10, com toda a certeza.
 
No ano passado, tínhamos um colega de 50 e poucos anos que era alcoólico e já estava naquela fase em que estava quase sempre bêbedo. Um destes piores dias ele caiu redondo no chão e entrou em coma. Estava lá por perto e fui a correr para o "meu" gabinete, um open space com 8 pessoas, para lhes contar. Os meus colegas puseram-se todos à minha volta porque eu vinha esbaforida e muito assustada, a dizer:
 
- Opah, opah, não sabem o que aconteceu com o senhor Mister, que horror, ai coitado!
 
- O quê, o quê? Diz, diz lá, diz!!
 
- O senhor Mister entrou em co*a
 
Escusado será dizer que fiquei de todas as cores, sem acreditar que tinha proferido tal palavra, ainda mais naquele contexto, e que os meus colegas depois de um momento a tentarem fazer algum sentido à parvoíce que eu tinha dito, desataram todos a rir, até eu.
 

É ou não é?!

As pessoas mostram a sua força e fibra (parece de um anúncio a cereais :p) quando estão na mó de baixo, mas revelam o seu verdadeiro carácter quando estão "por cima" ou lhes é dado poder, concordam?
 

 

Não me chateiem!

A sério, eu juro que estou a tentar ser superior a uma série de coisas com as quais não concordo, mas já não tenho pacência para me chatear com alguns assuntos de trabalho que sei que não vão ter qualquer seguimento.
 
Continuam a enviar-me e-mails a pedir respostas e tarefas aborrecidas quando sabem que daqui a nada não estarei e isso já demais para mim.. o meu limite é vir trabalhar, podia não vir porque tenho dias de férias suficientes para não voltar a pôr cá os pés, mas venho. Tento estar bem porque afinal quem trabalha comigo não tem culpa nenhuma, mas não me chateiem muito, ok?!
 
Por isso, a partir deste momento, sempre que me enviarem um e-mail vou responder com esta imagem:
 
 

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

That's it


Eu sei tão bem que é verdade, mas por vezes (muitas vezes!!) custa-me taaaaaaanto ficar calada :p. Então quando são diferenças de opinião no amorrrrr, é quando me calo menos e seria tão melhor se me controlasse mais. E por aí, acontece-vos o mesmo?


quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Pilhas de pilhas



Boa iniciativa do Lild e da Ecopilhas!! Tenho lá tantas pilhas usadas em casa e, agora, ainda bem que ainda não as tinha colocado no pilhão :)
 
 

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Isto é mesmo num outro mundo :(

 
Segundo informa o vídeo, por cada visualização de uma nova pessoa, a sliderocket ajuda com dinheiro. Melhor ver por este link:
 
 
 

say what #8

Ainda no seguimento disto, dizem-me "ah e tal como és solteira e não tens filhos concordo que estejas no grupo".
 
E, nisto, sobe-me um calor mas controlo-me para não lhe dizer "mas és BURRO, ESTÚPIDO, ANORMAL ou quê?"
 
E pergunto-lhe "se fosse há 50 anos, também ficaria no grupo porque não sou um homem?!"
 
O que é que uma coisa tem a ver com outra???? Opah, a sério, não estou a desvalorizar a situação das pessoas que têm mais gastos que eu, sou bastante sensível a isso, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra, tipo, NADA.
 

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Diário de um Infeliz :p

No outro dia, uma rapariga telefonou-me e disse...
"Queres vir cá a casa? Não está cá ninguém."
Eu fui lá a casa.
Não estava ninguém.
*********************
Tem sido um dia difícil. Levantei-me de manhã... vesti
uma camisa e saltou um botão. Peguei na minha pasta e a pega partiu-se.
Estou a ficar com medo de ir à casa de banho.
*********************
 Posso dizer que os meus pais me odeiam.
Os meus brinquedos do banho eram uma torradeira e um
rádio.
 *********************
A minha mãe nunca me deu de mamar.
Ela dizia que só gostava de mim como um amigo.
 *********************
 O meu pai anda com a fotografia de um miúdo que já
vinha quando ele comprou a carteira.
 *********************
Quando eu nasci... o médico foi à sala de espera e
disse ao meu pai: "Tenho muita pena. Fizemos tudo aquilo que
podíamos ... Mas mesmo assim ele conseguiu sair."
*********************
 Lembro-me do dia em que fui raptado e em que enviaram
um bocado de um dedo meu ao meu pai... Ele disse que queria mais
provas.
 *********************
Uma vez, quando me perdi ... Vi um polícia e pedi-lhe
ajuda para encontrar os meus pais.
Disse-lhe ... "Acha que alguma vez os vou encontrar?"
Ele disse ... "Não sei miúdo ... há tantos sítios onde
eles se podem esconder."
 *********************
 Trabalhei numa loja de animais e as pessoas estavam
sempre a perguntar se eu crescia muito ou se ficava só daquele
tamanho.
 *********************
 Fui ao médico. "Doutor, todas as manhãs quando me
levanto e me olho ao espelho, fico com vontade de vomitar.
O que é que se passa comigo?"
Ele disse: "Não sei, mas a sua vista está óptima."
 

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Não podem deixar de experimentar #7

ler este livro - A Inutilidade do Sofrimento


Quem o escreveu? María Jesús Álava Reyes, uma psicóloga espanhola.

E este livro é dirigido a quem? Toda a gente, mas em especial àquelas pessoas sortudas que se debatem com ansiedade, medos, pensamentos negativos, ataques de pânico, assim tudo coisas boas :p. 

Como pode ajudar? O livro descreve exemplos reais de casos tratados pela equipa desta psicóloga, mostra como foram abordados e quais os resultados. Explica perfeitamente como o nosso corpo e mente funcionam perante a ansiedade e medos. Tem um capítulo dedicado a técnicas de como lidar com todas as coisas boas que já falei. Tudo num abordagem muito prática e objectiva.

O livro é, como hei-de dizer... chato de ler? Nada, é super acessível, muito objectivo e cheio de exemplos. Acho que faz muitooooo mais sentido ler o livro todo porque se vão encadeando uma série de ideias e explicações, mas se alguém quiser apenas o capítulo das técnicas, não me importo nada de digitalizar e enviar por e-mail.
Já não chega de perguntas?! Hein?! Não??? ok...

A minha opinião sobre o livro? Abriu-me os olhos para muitas situações que eu entendia como incontroláveis e que afinal não são. Mostrou-me várias coisas que fazia ou pensava, de forma automática, e que só serviam para aumentar os níveis de ansiedade. Ensinou-me a detectar os primeiros sinais de ansiedade e como actuar logo nesse momento, quando é mais fácil e rápido. Ajudou-me a perceber todo o processo do medo (mental e físico) e como todos sabemos, saber é poder...hell yeah!! E, principalmente, ajuda a perceber que é possível lidar com este tipo de dificuldades e chegar à tranquilidade, mesmo que tudo à volta pareça desmoronar.

Se tudo se resolve só por ler o livro? Não... é preciso muito de nós, esforçarmo-nos por valorizar as coisas boas, não desistir nos dias mais difíceis, enfrentar o que nos parece indomável, mas é possível, pode não ser de um dia para o outro, mas acontece. Às vezes nem tudo isso funciona, às vezes precisamos procurar alguém que ajude a desatar o nó dum novelo de anos, mas é possível. E o que sabe bem ganhar desafios que nos pareciam invencíveis...

Já alguém dizia, a coragem não é ausência de medo, a coragem é, mesmo com medo, enfrentar. A ausência de medo é estupidez... ora toma lá!!

Run to you

Tanta, mas tanta baba e ranho que chorei nos meus anos de liceu a ouvir esta música desta VOZ maravilhosa, fabulosa, inigualável, brilhante, arrepiante. 



E a minha preferida que me faz sempre arrepiar


Tenho tanta pena que tudo tenha acabado assim... :'((

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Algumas farmácias de hoje...

Nos últimos tempos, cada vez que vou a uma farmácia sinto que me estão sempre a tentar impingir mais produtos, como se de uma loja de roupa se tratasse.
 
Tomo a vacina da gripe há anos e agora, de repente, se não comprar uns suplementos (caríssimos) para reforçar o sistema imunitário após a toma da vacina, posso ficar extremamente doente. Really?!?!?!
 
E se me fazem a mim até nem faz mal porque digo "vocês estão-se a passar, não preciso nada disso, não me roubem mais, ok?!!!", pronto, não digo, mas penso com muita força. O que me incomoda é que se o fazem a mim fazem a toda a gente.  E o que me irrita é imaginar a fazerem-no a pessoas de idade, que ainda julgam que nas farmácias vão encontrar um amigo (como possivelmente era antigamente) e afinal têm ali alguém com ordens para chular o mais possível.
 
As farmácias não podem ter este tipo de comportamento, as pessoas que ali vão estão vulneráveis, a saúde é muito importante para nós e usarem isso como forma de ganhar dinheiro é nojento!

Eu sei que a responsabilidade não é dos farmacêuticos, mas sim dos donos, que sim, têm que ter o seu lucro, daí a tentarem impingir medicamentos que as pessoas, pura e simplesmente, não precisam vai uma grande distância e é numa só palavra, roubo!!
 

Prémio Dardos

O querido Post Scriptum ofereceu-me um miminho na forma de Prémio Dardos, obrigada :))
 
 
 
O prémio Dardos foi criado pelo escritor espanhol Alberto Zambade que em 2008 concedeu ao seu blogue "Leyendas de el pequeno Dardo" o primeiro Prémio Dardos e também a 15 blogues seleccionados por ele. Depois os blogues que receberam o prémio deveriam indicar outros blogues e assim o prémio espalhou-se pela internet. O prémio destina-se a reconhecer os valores e o empenho demonstrados por cada escritor dos blogues.

1. Exibir o selo
2. Linkar quem o premiou
3. Escolher outros blogues para indicar o prémio
4. Avisar os escolhidos

Já estive a ver alguns blogues que já receberam e, por isso não vou voltar a enviar, mesmo que ache que merecem o prémio.



segunda-feira, 12 de novembro de 2012

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Desabafos

E uma pessoa a coisa que mais quer na vida é ser mãe mas depois morre de medo da gravidez e de não saber se vai estar à altura da responsabilidade e dos desafios e dos outros medos que sabe que ainda vai apanhar, do parto e de tudo e mais alguma coisa. E de todas estas emoções intensas durarem 9 meses!!!!! E o medo de a meio da gravidez pensar "ah afinal estou cheia de medo e já não quero" mas claro que não vai fazer nada contra isso. Será que depois de engravidar, tudo isto desaparece?  
 
Não, não estou grávida nem poderei estar nos próximos meses por... cenas, mas quero muitooooo vir a estar.
 
Como é possível querer-se tão profundamente uma coisa mas ao mesmo tempo ter um pânico disso tudo e preferir que fosse possível ir ali à loja buscar um bebé com a minha cara. Será normal? Não, pois não... eu sabia!!

Person of Interest

ou como lhe chamam em português, Sob Suspeita. É uma série que ouvi falar há muito pouco tempo e o protagonista é o James (Jim para os amigos) Caviezel, o que é o suficiente, não interessa sobre o que é a série, se é boa ou má, se tem interesse ou não, porque é com o JIM CAVIEZEL :)))
 

Só vi 4 episódios mas posso dizer que estou viciada e cheia de vontade de ver todos os episódios como se não houvesse amanhã. A história é sobre um solitário ex-CIA que é contactado por um bilionário que criou o sistema de vigilância de comunicação nos Estados Unidos após o 9 de Setembro para detectar possíveis ameaças terroristas. Este sistema além de detectar ameaças que colocam em risco as massas, detecta eventuais crimes "menores" e é nestes crimes que eles vão actuar por forma a evitar que aconteçam. 
 
O bilionário é o Ben Linus :p, ou melhor o Michel Emmerson, mas ainda não consigo deixar de pensar que a qualquer momento vai fazer algo diabólico.

A fabulosa actriz Taraji P. Hanson é chefe duma esquadra de polícia mas o papel dela na série ainda não está bem claro. Ela já se apercebeu que existe uma espécie de vigilante e quer muito apanhá-lo mas não sabe quase nada dele.
 
 
Ainda só vi 4 episódios, por isso a minha descrição pode (pode??? ahahah) estar incompleta e cheia de informações duvidosas, ok?!
 

Palavras preferidas

 
Vocês não têm uma palavras que adoram dizer e ouvir, quer seja pelo que significam ou quer seja apenas pelo som? E só pensar nelas  vos faz sentir mais calmos ou divertidos ou outra coisa qualquer...
 
Palavras como amor, mushroom, tranquila, mãe, pai, adoro-te, meiguinha e tantas outras que não me lembro agora
 
Também têm? Então contem cá as vossas :)
 

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Aníbal (TROCA-TINTAS) Silva

Nada mais a acrescentar, é isto tudo...

Pesquisa por imagens no Google

Não sei se já tooooooooooooda a gente sabe desta maravilhosa ferramenta do Google, eu só a descobri em Agosto. Então é o seguinte, podem fazer uma pesquisa com qualquer foto que tenham no PC para darem com os sites onde essa foto foi publicada. É só ir ao Google e seleccionar Imagens na barra superior e depois aqui,
 
é só carregar a imagem e pesquisar.
 
E para que precisam desta ferramenta?!?!?! Quase nada, certo!! Wrong!! Andava eu no Verão a procurar um apartamento de férias para arrendar no Algarve quando me respondem a dizer que havia vaga num exactamente como queria. Fiquei logo animadíssima, mas ao mesmo tempo um pouco desconfiada, porque era tudo perfeito, o sítio no Algarve, as condições, as datas esquisitas em que ia e o preço.
 
Havia sinais que algo não batia certo, o facto de não quererem enviar mais fotos além das que já tinham enviado no primeiro e-mail e estarem a pressionar para decidir rápido (tinha que pagar logo metade do valor). Quando se põem com essas pressões normalmente mando logo à fava, mas como era perfeito não descartei imediatamente.
 
Lembrei-me, então, que me tinham dito que o Google tinha esta ferramenta e pus lá uma das fotos... sabem onde ficava o tal apartamento... em França!!!! As fotos eram dum site de arrendamento em França... Fiquei completamente parva a olhar para aquilo e a pensar como há pessoas que são capazes de roubar os outros assim tão à descarada (tirando o governo :p).  
 
Portanto, a mim já me deu um jeitão, mas que jeitão!!
 

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

I Believe

Encontrei, ontem, estas pulseiras BELIEVE com um novo look para Outono/Inverno, segundo diz o site, que são fruto dum projecto entre a Associação Portuguesa Contra a Leucemia e a De Fio a Pavio:
 
 

 
São mesmo muito giras, não são?! O melhor de tudo é que podemos ajudar um bocadinho de nada quem precisa de tanto. O mais importante já fiz há muitos anos, que foi inscrever-me para doação de medula óssea e isso é que não custa mesmo nada, só umas gotinhas de sangue.
 
Quanto à pulseira, só ainda não decidi se escolho a laranja (mais colorida) ou a bege (dá com tudo). O valor são 10€, mas considerando que são em cabedal e o custo já inclui os portes de envio (para Portugal), não é assim tanto. Dão uma óptima prenda de Natal, Aniversários vários (casamentos, namoros, divórcios...), Páscoa, Carnaval, Ano Novo, o que quiserem :p

É só enviar um e-mail para believe@apcl.pt a dizer qual querem.
 
Mais informações aqui.
 

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Never Say Goodbye

Até dia 26 no Parque da Bela Vista a cantar isto em altos berros, espero :)))

 As I sit in this smokey room
The night about to end
I pass my time with strangers
But this bottle´s my only friend
Remember when we used to park
On Hudson Street out in the dark
Remember when we lost the keys
And you lost more than that in my backseat
(ainda não percebi bem o que é que ela perdeu... whatever :p)
Remember when we used to talk
About busting out - we´d break their hearts
Together - forever
Chorus:
Never say goodbye, never say goodbye
You and me and my old friends
Hoping it would never end
(Never)say goodbye, never say goodbye
Holdin' on - we got to try
Holdin' on to never say goodbye
Remember days of skipping school
Racing cars and being cool
With a six pack and the radio
We didn't need no place to go
Remember at the prom that night
You and me, we had a fight
But the band they played our favorite song
And I held you in my arms so strong
We danced so close
We danced so slow
And I swore I'd never let you go
Together - forever
Chorus
I guess you'd say we used to talk
About busting out
We'd break their hearts
Together - forever
Chorus

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Não podem deixar de experimentar #6

esta loja online inglesa que se chama WOW HD.

 
 
Numa altura em que tudo se pode ir buscar à internet há algumas coisas que ainda gosto de comprar, mais para oferecer do que para mim. Posso dizer-vos que já comprei mais duma dezena de produtos e até hoje nunca tive qualquer problema. O que mais comprei foram CD e DVD de música, é diferente ter o original nas mãos. Já repeti algumas vezes a compra deste DVD da Adele para oferecer, depois de o ter comprado para mim e ter adorado :p.
 
A grande vantagem é a questão do preço, os produtos são mais baratos, em alguns casos são muito mais baratos e não se pagam portes de envio. Costumam enviar (por e-mail) com alguma frequência vales de 1£ a descontar numa próxima compra, o que não é muito mas já é alguma coisa. Por me terem enviado hoje 3 vales destes é que me lembrei de escrever este post. E depois têm uma escolha brutal, a loja tem tudo e mais alguma coisa.

A desvantagem que vejo é o tempo que a encomenda pode demorar a chegar, mais do que uma semana. Posso dar um exemplo de um DVD que encomendei a 20/10 e chegou a 31/10. Por isso, por uma questão de segurança é melhor fazer a encomenda com tempo.

Custa-me que não estar a gastar dinheiro numa loja portuguesa, custa-me, a sério, mas também não entendo a razão destes produtos serem bem mais caros por cá e ainda mais com os portes exorbitantes que, quase sempre, pedem. Dêem uma vista de olhos e comparem. Pode ser uma boa opção para as prendas de Natal.
 

Pai Natal

Conversa de ontem com uma "sobrinha" de 7 anos a propósito da visita do Pai Natal a casa dos meninos para entregar as prendas:

- Agora que já sabes escrever já podes fazer uma carta ao Pai Natal

- Posso, mas a minha mãe escreveu no ano passado e ele não me trouxe tudo o que eu queria

- Sabes que são muitos meninos, não dá para receber tudo o que se quer e se calhar não lhe deixaste nada ao pé da lareira

- Deixei sim, deixei fita-cola...

- Fita-cola??????

- Para embrulhar os presentes...

- Ahhhhhhhhh, olha, muito bem pensado, muito prática (esta miúda sempre foi muito preocupada com a logística das coisas), mas e uma bolacha? O Pai Natal gosta é de bolachas

- Achas???????? Ele já está tão gordo...