segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Ganhar o dia

Ontem de manhã, depois da corrida de fim de semana, fiz os habituais alongamentos, momento em que me sinto algo tola a executar aqueles movimentos estranhos. No prédio ao lado, alguém ouvia Anselmo Ralph em altos berros, enquanto fazia as limpezas semanais, imagino eu. Desse apartamento, uma pequena de uns 7 anos assomou à janela mesmo no momento em que eu esticava braços e pernas, provavelmente, com as faces vermelhas, cabelo despenteado e ar meio louco do esforço. Chamou o irmão, suponho eu, com tom de urgência:

- João, João, anda cá, anda cá rápido, anda ver a miúda!!!!

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaah "A MIÚDA"... não foi a senhora ou a maluca, foi a miúda, e como é sabido universalmente, as crianças só dizem a verdade e veem muito bem ainda, ao longe e ao perto :)




8 comentários:

  1. Acho que o irmão tem certos e determinados interesses :P

    ResponderEliminar
  2. Ahahah, brilhante!! É sempre bom ser uma míuda =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre, detesto que me chamem de senhora...grrrr
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Uauuuu, continua despenteada e a alongar, quem sabe...

    ResponderEliminar
  4. AHAHAHAHAHAH, acho que o rapazito está interessado!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, não, foi pura sinceridade, nenhum interesse ihihih

      Eliminar